Sempre haverá gente para matar os frangos que nós comemos na mesa ou para degolar o porco de onde vamos depois extrair umas suculentíssimas costeletas. Se milhões de animais são sacrificados todos os dias para que possamos alimentar-nos, também é certo que há a outra morte, a morte malvada, sanguinária, cruel; a delinquência, as máfias, a extorsão, a exploração, o assassínio, a tortura.

Sempre haverá gente para matar os frangos que nós comemos na mesa ou para degolar o porco de onde vamos depois extrair umas suculentíssimas costeletas. Se milhões de animais são sacrificados todos os dias para que possamos alimentar-nos, também é certo que há a outra morte, a morte malvada, sanguinária, cruel; a delinquência, as máfias, a extorsão, a exploração, o assassínio, a tortura.
Frase inserida no dia 21/10/2121
Sempre haverá gente para matar os frangos que nós comemos na mesa ou para degolar o porco de onde vamos depois extrair umas suculentíssimas costeletas. Se milhões de animais são sacrificados todos os dias para que possamos alimentar-nos, também é certo que há a outra morte, a morte malvada, sanguinária, cruel; a delinquência, as máfias, a extorsão, a exploração, o assassínio, a tortura.
José Saramago
Sempre haverá gente para matar os frangos que nós comemos na mesa ou para degolar o porco de onde vamos depois extrair umas suculentíssimas costeletas. Se milhões de animais são sacrificados todos os dias para que possamos alimentar-nos, também é certo que há a outra morte, a morte malvada, sanguinária, cruel; a delinquência, as máfias, a extorsão, a exploração, o assassínio, a tortura. - José Saramago
Inserida por
Top Usuário

ESTA FRASE APARECE NAS LISTAS ABAIXO

Para comentar você precisa se cadastrar. Clique aqui para criar a sua conta!

Tags Relacionadas: